Rússia pode liderar aliança ‘super OPEP’ para dominar o mercado de petróleo e limitar a influência dos EUA