“Prelúdio ao colapso”, diz ex-analista da CIA sobre protestos nos EUA