Para maior jornal francês, o Brasil de Bolsonaro é uma ‘idiocracia’, o reino dos idiotas