“Nada a temer”, disse senador russo sobre possibilidade de ataque nuclear surpresa dos EUA