Na imprensa alemã, Brasil vira criança problemática