Moscou: declarações dos EUA sobre Maduro significam que Cuba e Nicarágua serão os próximos