Maduro atira-se à Europa: “Querem apoderar-se da Venezuela e das nossas riquezas”