Irã compra armas em Moscou, enquanto os EUA são marginalizados