EUA prometem ‘reforçar’ sanções e acusam Venezuela e Cuba de agitar ‘conflitos’ regionais