Enviado dos EUA: as forças militares estrangeiras, tirando as russas, devem deixar a Síria