Em 1988, juiz do STM afirmou: “este capitão Bolsonaro não é de muitas letras”