Delegação Russa lembra aos EUA que as Colinas de Golã ocupadas são territórios sírios