‘Bolsonaro não liga para mortes e agressões que surgem derivadas de seu ódio’