Avião espião russo evitaria mais bombardeiros dos EUA na Síria