Ataque preventivo à Coreia do Norte: preparação para guerra ou propaganda de Trump?