Agora é a coalizão liderada por Israel que está destruindo o Iêmen