Vice-premiê russo propõe construir ‘S-300 de madeira’ em território sérvio

 

O vice-primeiro-ministro russo Dmitry Rogozin acredita que a Sérvia não precisa dos complexos russos S-300 e que basta colocar peças de madeira simulando mísseis para assustar o Ocidente.

Em 2012, na cidade sérvia de Nis, foi fundado o Centro Humanitário Rússia-Sérvia para resposta a situações de emergência, o que, na opinião de Rogozin, por algum motivo causa medo aos países ocidentais.

“É por isso que digo que os sérvios não precisam de [complexos] S-300. Basta construir mísseis de madeira e eles [os países do Ocidente] vão morrer de medo”, gracejou Rogozin.

Rogozin fez lembrar que a iniciativa russo-sérvia consistia em colocar o respectivo centro mais perto da Europa do Sul tomando em conta a experiência e as oportunidades tecnológicas — aviação e diferentes equipamentos de bombeiros — com o fim de “enviar forças e armas a partir da Sérvia e não de Moscou caso seja necessário”, bem como garantir a desminagem e restauração de territórios que antigamente estavam repletos de minas e munições.

Ao falar das perspectivas do trabalho da entidade em Nis, o vice-premiê afirmou que ela deve “ser posta em forma”.

Rogozin tem estado em visita à Sérvia nos últimos dias, tendo participado, particularmente, da cerimônia da tomada de posse do novo presidente Aleksandar Vucic.

Sputnik


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=255514

Publicado por em jun 25 2017. Arquivado em 4. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS