Trump: os EUA atingirão o Taliban com poder nunca usado antes

O presidente dos EUA, Donald Trump, fala durante uma cerimônia memorial de 11 de setembro no Pentágono para comemorar o aniversário dos ataques de 11 de setembro de 11 de setembro de 2019 em Arlington, Virgínia.  (Foto de AFP)
O presidente dos EUA, Donald Trump, fala durante uma cerimônia memorial de 11 de setembro no Pentágono para comemorar o aniversário dos ataques de 11 de setembro de 11 de setembro de 2019 em Arlington, Virgínia. (Foto de AFP)

O presidente dos EUA, Donald Trump, ameaçou atingir o Taliban com mais força do que nunca, após o colapso das negociações de paz entre Washington e o grupo militante.

Falando em um memorial que marcou o ataque terrorista de 11 de setembro de 2001, Trump disse que mantinha sua promessa de campanha de terminar a guerra de 18 anos nos EUA no Afeganistão, mas o Taliban não estava disposto a cooperar para alcançar um acordo de paz.

“Tínhamos conversações de paz agendadas há alguns dias”, disse ele no Pentágono. “Eu os cancelei quando soube que eles haviam matado um grande soldado americano de Porto Rico e outras 11 pessoas inocentes.”

O presidente americano estava se referindo a uma reunião secreta que ele estava programado para realizar com os líderes do Taliban neste domingo em Camp David, mas cancelou no sábado, após um ataque mortal de bombardeio que o grupo realizou na capital Cabul dois dias antes.

Ao anunciar sua decisão, Trump disse que conversas de longa duração com o Taleban no Catar também estavam “mortas”, às quais o Taliban respondeu ameaçando matar mais americanos no Afeganistão.

O porta-voz do Taliban, Zabihullah Mujahid, declarou a AFP na segunda-feira que Trump se arrependerá de sua decisão, argumentando que o Taliban tentou acabar com a “ocupação” do Afeganistão pacificamente e agora a única maneira de fazê-lo é lutando.

De acordo com um acordo preliminar alcançado entre Washington e o Talibã, os EUA retirariam cerca de 5.000 de suas forças do Afeganistão em menos de cinco meses em troca de garantias do Taliban de que o Afeganistão nunca seria usado como plataforma para atacar os EUA e seus aliados.

Trump disse na quarta-feira que o Talibã recorreu à violência para obter vantagem nas negociações “mas, na verdade, o que eles mostraram é uma fraqueza implacável”.

Ele também prometeu uma resposta firme a qualquer ato de agressão do grupo militante.

“Se, por qualquer motivo, eles voltarem ao nosso país, iremos aonde quer que estejam e usaremos fontes como as que os Estados Unidos nunca usaram antes e nem estou falando sobre energia nuclear”.

“Eles nunca viram nada parecido com o que aconteceria com eles”, acrescentou.

Press-Taliban declara guerra quando Trump convoca mortos no Afeganistão

Press-Taliban declara guerra quando Trump convoca mortos no Afeganistão.

O Talibã diz que o conflito armado é agora a única maneira de acabar com a ocupação do Afeganistão depois que Trump disse que as negociações de paz entre Washington e os militantes estavam “mortas”.

Horas depois, no início da quinta-feira, um foguete explodiu perto da Embaixada dos EUA em Cabul, em um ataque aparentemente realizado pelo Talibã. Ninguém foi ferido.

De acordo com um relatório da Reuters na quarta-feira, intensos combates ocorreram em várias províncias afegãs na quarta-feira, como resultado do que oficiais de segurança dos EUA disseram que faziam parte da “intensificação esperada” após o fim das negociações de paz.

Trump, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, e o Comando Central dos EUA confirmaram que os EUA estão atingindo o Taliban com a maior taxa nos últimos anos.

Nos últimos dias, “atingimos nosso inimigo com mais força do que nunca, e isso continuará”, disse Trump durante seu discurso de 11 de setembro.

Presstv


Nota da Redação:

Novamente Trump delirando….

Os EUA estão há anos no Afeganistão, não saem daquele atoleiro e não perdem a oportunidade de fazer bravatas.

 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=260808

Publicado por em set 12 2019. Arquivado em TÓPICO II. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

2 Comentários para “Trump: os EUA atingirão o Taliban com poder nunca usado antes”

  1. Sidnei

    O império terrorista americano.
    O império dos hipócritas.

  2. enganado

    NUNCA esqueçamos que as invasões da VENEZUELA / SÍRIA / IRÃ / Coreia do Norte / . . . etc já estão bem próximas. Ah sim!!! O YÊMEN também!!! Pelo visto até a RÚSSIA e CHINA estão também morrendo de medo ””””’ do poder nunca usado antes ””””” . Acho que eu também estou morrendo de medo!!!! Já imaginaram o MERGANHA_ÇineKura_mourão comandando os periquitos do __braZiU$$$A__ na invasão da VENEZUELA??? Tragam de volta o “”” Programa Casseta & Planeta ”””’ antes de começarem a invasão. Só rindo!!!!!

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS