Trump fará todo o possível para que Irã nunca tenha armas nucleares

O vice-presidente norte-americano Mike Pence afirmou que Donald Trump irá assegurar que o Irã nunca desenvolva uma arma nuclear capaz de ameaçar algum dos países da OTAN ou particularmente Israel.

Vice-presidente de Donald Trump, Mike Pence, discursa durante a 53ª Conferência de Segurança em Munique, em 18 de fevereiro de 2017

‘Irã é o principal Estado patrocinador de terrorismo’

Discursando durante a Conferência de Segurança em Munique, Pence comunicou que o abrandamento das sanções relacionadas com o programa nuclear fez com que o Irã obtivesse mais liberdade para ameaçar a região.

“Na governação do presidente Trump, os EUA continuarão completamente empenhados em assegurar que o Irã nunca obtenha uma arma nuclear capaz de ameaçar outros países e Israel em particular”, afirmou Pence no seu discurso.

Pence se referiu ao Irã como o “principal Estado patrocinador do terrorismo” e criticou ferozmente o Plano de Ação Conjunto Global acordado em junho de 2015 por permitir que Teerã disponibilize mais recursos para “desestabilizar o Oriente Médio”.

Nos finais de janeiro passado, o Irã lançou um míssil balístico na província de Semnan. Vários dias mais tarde, o Departamento do Tesouro dos EUA anunciou a imposição de sanções contra 13 indivíduos e 12 entidades relacionadas com o programa iraniano de mísseis balísticos e o movimento xiita libanês Hezbollah, que conta com apoio de Teerã e é considerado como uma organização terrorista por Washington.

‘Trump permanecerá com Europa’

Além disso, o vice de Trump assegurou seus aliados europeus que Washington continua apoiando a OTAN com firmeza e “seu compromisso em relação à aliança transatlântica será inquebrável”, comunicou a Associated Press.

O presidente Donald Trump “permanecerá com a Europa”, afirmou o vice-presidente republicano durante a sua primeira viagem oficial à UE. Tal discurso tinha como objetivo tranquilizar os aliados céticos europeus, preocupados com a política exterior dos EUA no governo de Trump, assim como com a vontade de Washington de preservar suas alianças internacionais.

Washington e Moscou podem encontrar pontos em comum, mas com ressalvas

Quanto às relações com Moscou, Pence afirmou que Trump tem confiança em poder encontrar os pontos em comum com a Rússia, mas ela deve assumir responsabilidades pela crise ucraniana e cumprir os acordos de paz de 2015, que pretendiam pôr fim aos combates no Leste da Ucrânia entre as forças do governo e os “rebeldes separatistas apoiados pelo Kremlin”.

Sputnik


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=253513

Publicado por em fev 18 2017. Arquivado em 3. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

1 Comentário para “Trump fará todo o possível para que Irã nunca tenha armas nucleares”

  1. enganado

    Mais uma vez os USraHell-ANGLO-SIONISTA cagando regra para outros países, ainda mais SOBERANOS. USraHell pensam que todos os países são igual aqui a ESPELUNCA/PUTEIRO/GALINHEIRO/ … que não tem forças armadas/soberania/justiça/ ordem/ . . . =bra(z)iUSA= brasil™ (( nome de fantasia, só serve para consumo comercial externo )) qq PORRA serve para tudo. Com o IRÃ o buraco é mais embaixo, não é esta bosta daqui/cx da Mãe Joana/Botequim/ ….etc

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS