Síria pede na ONU fim das ações da coalizão internacional na Síria

A coalizão internacional liderada pelos EUA jpa chegou a admitir que mais de 400 civis foram mortos durante suas operações na Síria e no Iraque nos últimos anos.

Avião militar italiano do Eurofighter Typhoon patrulha sobre os Bálticos durante uma missão da vigilância aérea da OTAN a partir da base aérea de Zokniai, perto de Siauliai

O Ministério das Relações Exteriores da Síria enviou uma carta ao Conselho de Segurança da ONU pedindo o fim da “ações ilegítimas realizadas no território sírio pela coalizão internacional liderada pelos EUA”. A informação foi divulgada pela agência de notícias síria Sana.De acordo com o comunicado, a diplomacia síria enviou duas cartas ao Conselho de Segurança da ONU e ao presidente do Conselho de Segurança da ONU, condenando o ataque aéreo lançado pela coalizão sobre a região de Deir ez-Zor

Na última sexta-feira (26), um ataque aéreo da coalizão internacional liderada pelos EUA matou 35 civis, na sua maioria mulheres e crianças, e deixou dezenas de feridos no leste da Síria na noite desta quinta-feira.

A coalizão chegou a reconhecer que quase 400 civis haviam sido mortos durante as operações antiterroristas na Síria e Iraque entre 2014 e 2017.

Sputnik


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=255117

Publicado por em maio 27 2017. Arquivado em 3. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS