Senador sugere criação de CPI para investigar judiciário brasileiro

 

Agência Senado

O senador Roberto Requião estuda coletar assinaturas para a CPI do Judiciário a partir da semana que vem.O senador Roberto Requião estuda coletar assinaturas para a CPI do Judiciário a partir da semana que vem.

A polêmica surgiu em decorrência das críticas ao fatiamento da Lava Jato pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que retirou das mãos de Moro inquérito não relacionado à investigação na Petrobras.

Requião é um crítico contumaz das mordomias no judiciário brasileiro. No Paraná, por exemplo, desde julho, ele tenta obter por meio a Lei de Acesso à Informação a relação de gastos da Procuradoria de Justiça do Paraná, com valores individualizados, do subsídio de todos os promotores e procuradores de Justiça do Estado do Paraná nos últimos 12 (doze) meses.

Também veio à tona recentemente que juízes estariam de “papo cheio”, isto é, ganhando R$ 73 mil ao mês, valor bem acima do teto do Supremo Tribunal Federal (STF) — que é de R$ 34 mil.

Os vencimentos dos magistrados são vitaminados pelos auxílios-moradias da vida. No Paraná, a farra é extensiva até aos conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que se acham juízes, promotores e procuradores.

O senador Roberto Requião estuda coletar assinaturas para a CPI do Judiciário a partir da semana que vem.

esmaelmorais.com.br


Nota da Redação:

Já estamos com pena desse senador….

Daqui a pouco vão aparecer coisas do arco da velha e afins para desacreditá-lo e assim, dar fim ao interesse de uma CPI do judiciário, quando certamente, iria se estender até o STF, para avaliar a conduta ética e as declarações tendenciosas anti-PT de Gilmar Mendes, sem contar seus encontros com Serra e Aécio, um dia antes de avaliar pleito da Esquerda, naquele Tribunal!

 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=250100

Publicado por em out 2 2016. Arquivado em 2. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

1 Comentário para “Senador sugere criação de CPI para investigar judiciário brasileiro”

  1. Antonio

    Uma justiça sem princípios.

    O sistema judiciário é operado por homens e mulheres denominados juízes (as) de direito. Aqueles que aplicam sentenças. Absolvendo ou condenando.

    Logo a principio, um juiz (a) é justo. Porem existem outras pessoas justas, que nós precisaríamos que focem juízes (as) de direito por sabermos que são justas. E elas querem ser juízes (as) de direito.

    Logo não é justo aquelas pessoas que sobejamente são conhecidas como justas não poderem empunhar a caneta da justiça.

    Será porque pertencem as outras 99% das profissões?
    Ou somente um Bacharel em Direito pode participar da “”justiça”” da nação Brasileira?

    Mas isto fere o principio da justiça.
    Logo, a justiça não é juta.

    Então se alguém for um justo + trabalhando para uma justiça – ele vai ser um justo – .
    Ao menos na matemática que se não seguir os seus princípios, não seria matemática.

    A justiça por enquanto continuará injusta engolida pelo sistema – .

    Uma justiça – com um sistema – dá uma democracia + ?

    E claro que não. Dá uma oligarquia + .

    Um principio é mais que uma constituição, ela pode ser mudada a qualquer tempo.

    Já um principio não. Pense com Requião.

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS