Imagens de satélite gravadas no domingo e obtidas exclusivamente pela Fox News mostram uma bateria de mísseis superfície-ar russa S-400 recém-instalada na base aérea de Dzhankoy, na Crimeia.

O relatório de inteligência da  ImageSat International indica que a infraestrutura para a bateria S-400 foi preparada nos últimos meses, muito antes dos confrontos navais do último final de semana que provocaram nova tensão entre a Rússia e a Ucrânia.

A infraestrutura para a bateria S-400 foi preparada nos últimos meses, muito antes do incidente que provocou a nova tensão entre a Rússia e a Ucrânia.  (ImageSat International)

A infraestrutura para a bateria S-400 foi preparada nos últimos meses, muito antes do incidente que provocou a nova tensão entre a Rússia e a Ucrânia. (ImageSat International)

A imagem capturada no domingo confirma a implantação. Os oito lançadores da bateria S-400 estão divididos em quatro, que estão localizados na área sudoeste da base aérea – bem como dois sistemas de radar e vários caminhões nas proximidades. Um deles é suspeito de transportar mísseis S-400.

O míssil móvel S-400 tem um alcance de quase 250 milhas e pode subir a uma altitude de quase 19 milhas. O objetivo é derrubar uma variedade de ameaças aéreas, de aeronaves a mísseis balísticos e de cruzeiro.

As imagens mostram um terreno nu seguido de construção - antes da recente escalada entre a Rússia e a Ucrânia.  (ImageSat International)

As imagens mostram um terreno nu seguido de construção – antes da recente escalada entre a Rússia e a Ucrânia. (ImageSat International)

Em 28 de novembro de 2018, o Ministério da Defesa da Rússia emitiu um comunicado, dias depois que navios de guerra russos apreenderam vários navios da marinha ucraniana, aumentando o conflito com a Ucrânia sobre a terra anexada à Rússia em 2014.

A Rússia reforçou as defesas militares da península do Mar Negro com três sistemas S-400 desde 2017. A implantação atual reforça as baterias S-400 já existentes.

Fox News