Rússia advertiu pela primeira vez Israel sobre ataques contra a Síria

Putin e Shoigu

Outra ataque no território sírio pela IDF enfureceu o lado russo, que obviamente não impedirá mais os militares sírios de ataques retaliatórios contra caças da Força Aérea de Israel e ataques de mísseis retaliatórios no território deste país.

O Ministério das Relações Exteriores da Federação Russa fez uma declaração especial sobre esse assunto, na qual emitiu diretamente um aviso a Tel Aviv.

“Moscou se opõe aos ataques aéreos de Israel no território sírio e alerta Tel Aviv contra tais ações no futuro”, diz um comentário do Departamento de Informação e Imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Rússia. “Advertimos a liderança israelense contra a repetição de tais medidas, repletas de consequências perigosas para toda a região do Oriente Médio”, afirmou o ministério. Anteriormente, ficou conhecido o ataque israelense à aviação nos assentamentos da Síria, na província de Al-Quneitra. Pelo menos quatro pessoas foram mortas ”, relata o jornal russo Gazeta.ru.

No contexto do fato de estarmos falando do primeiro aviso da Rússia, os especialistas expressam duas versões possíveis do desenvolvimento futuro dos eventos, desde que o lado israelense não abandone sua agressão contra a Síria – a Rússia fornecerá aos militares sírios todos os dados para derrotar alvos hostis, ou o lado russo tem informações sobre o envio pelo Irã nesta região de sua defesa aérea

Note-se que o lado israelense ainda não reagiu à declaração do Ministério das Relações Exteriores da Rússia.
Подробнее на: https://avia.pro/news/rossiya-vpervye-predosteregla-izrail-ot-udarov-po-sirii


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=262423

Publicado por em ago 6 2020. Arquivado em 2. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS