Rússia acelera a desdolarização de sua economia

Um dos maiores bancos russos, o VTB, planeja diminuir a cota-parte das transações em dólares norte-americanos, tendo em consideração que os russos escolhem cada vez mais o rublo em vez do dólar.

“Gostaria de sublinhar um detalhe interessante. Desde o início do ano, as pessoas parecem estar menos interessadas em fazer depósitos em dólares ou contrair empréstimos em dólares relativamente aos em rublos. Esperamos que isso seja um elemento importante de continuação da desdolarização do setor financeiro do nosso país”, disse o presidente do VTB Bank, Andrey Kostin, durante um encontro com o presidente russo, Vladimir Putin.

Dólar com bandeira dos EUA de fundo
CC BY 2.0 / IMAGES MONEY / DOLLAR
Analista que previu crise de 2008 adverte: guerra comercial com China fará colapsar dólar

Segundo Kostin, os especialistas do VTB prepararam um pacote de propostas para alargar a utilização do rublo nos pagamentos internacionais, bem como desenvolver o mercado financeiro de euro-obrigações, ações e criação de derivativos financeiros, que hoje em dia são usados apenas nos países ocidentais.

“Acredito que devemos criar os nossos próprios instrumentos [financeiros]. Isso serviria como uma salvaguarda adicional contra os choques externos e daria um novo impulso para o desenvolvimento do setor financeiro”, explicou ele.

A Rússia está tentando diminuir sua dependência da divisa norte-americana depois de Washington e seus aliados terem imposto sanções ao país em 2014. Vladimir Putin declarou que a Rússia já não pode confiar no sistema financeiro encabeçado pelo dólar norte-americano porque os EUA impuseram sanções unilaterais e violam as regas da Organização Mundial do Comércio. Além disso, o presidente russo afirmou que o monopólio do dólar é perigoso para a economia mundial.

Sputnik


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=258657

Publicado por em jul 17 2018. Arquivado em TÓPICO I. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS