PSL diz que “Bolsonaro representa o autoritarismo” e recusa filiação

 

Foto: Internet

 

Segundo o blog do Jamildo, a hipótese surgiu depois que Bolsonaro, buscando uma legenda em que possa disputar a presidência em 2018, se reuniu com com o pernambucano Luciano Bivar, líder do PSL.

De acordo com a sigla, a reunião foi solicitada por Bolsonaro, mas afirmou que há “divergências de pensamento” para abrigar o deputado.

“Bolsonaro representa o autoritarismo e a intolerância tanto na economia quanto nos costumes, sendo a antítese completa das nossas ideias”, afirma em nota.

Agora, segundo fontes, Bolsonaro estaria tentando articular a ida para o PR. ele tem até março, quando acontece a janela partidária, para mudar de partido sem perder o mandato na Câmara.

Depois de dizer que queria sair do PSC para disputar à presidência, Bolsonaro assinou um compromisso de filiação com o PEN, partido que pretende mudar de nome para Patriota. Mas uma disputa interna pelo comando de estados-chave estaria dificultando a vida dele.

Em entrevista recentemente, o deputado disse que “estava noivo do Patriota, mas voltou à situação de namoro”. “O projeto não foi sepultado, mas recuamos bastante”, afirmou.

Do Portal Vermelho, com informações de agências

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=257109

Publicado por em dez 22 2017. Arquivado em 2. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS