Presidente da Colômbia pede a Trump que tente tirar a Rússia da Venezuela

 

  • O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos (à esquerda), e seu homólogo dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca, em 18 de maio de 2017.

O governo da Colômbia pediu ao presidente dos Estados Unidos que aproveite o seu próximo encontro com Vladimir Putin para tentar tira-lo da Venezuela.

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, pediu no sábado a Donald Trump que peça ao seu colega russo na  reunião marcada para segunda-feira pelos dois líderes em Helsinque (capital da Finlândia), que parem de apoiar o governo de Nicolás Maduro.

“Peço ao presidente Trump, que peça a Putin que pare de apoiar o regime de Maduro”, disse Santos em sua conta no Twitter .

O chefe de Estado colombiano justificou seu pedido afirmando que ele exige que o país vizinho possa resolver seus problemas econômicos e sociais.

O encontro entre Putin e Trump vai procurar esclarecer posições, de acordo com o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, para “confirmar ou dissipar os receios” de cada país em “uma série de questões”.

O pedido de Santos é uma consequência de apoio ao Governo de Maduro, disse a Rússia, em particular, em reconhecer a sua reeleição como presidente último 20 de maio , enquanto outros países , como a Colômbia , descreveu -o como inconstitucional.

Embora, antes de sua atual turnê européia, Trump disse que o encontro com Putin seria “o mais fácil de todos”.

tmv / mla / snz / rba


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=258645

Publicado por em jul 15 2018. Arquivado em 3. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

1 Comentário para “Presidente da Colômbia pede a Trump que tente tirar a Rússia da Venezuela”

  1. enganado

    Imagina se o Sr. Maduro solicitasse ao Sr. PUTIN que tentasse retirar as 12 BASES MILITARES dos ANGLO_SIONISTAS estacionadas na “”South ColombU$$$””” . Assim o circo ficaria completo!!

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS