Os EUA estão totalmente desesperados para efetuar mudança de regime no Irã

 

O presidente iraniano, Hassan Rouhani, fala durante um evento no Centro Acadêmico de Educação, Cultura e Pesquisa (ACECR), em Teerã, em 7 de agosto de 2019. (Foto de president.ir)
O presidente iraniano, Hassan Rouhani, fala durante um evento no Centro Acadêmico de Educação, Cultura e Pesquisa (ACECR), em Teerã, em 7 de agosto de 2019. (Foto de president.ir)

O presidente iraniano, Hassan Rouhani, disse que os Estados Unidos estão “totalmente desesperados” em relação à mudança de regime no Irã.

Falando na quarta-feira, o presidente iraniano disse que todas as indicações eram de que os EUA agora perceberam que não atingiriam o objetivo principal que buscavam ao impor sanções “muito duras e extensas” ao Irã – a saber, a mudança de regime.

“[Está claro] de todas as mensagens que nos foram enviadas direta e indiretamente, de todos os desenvolvimentos que vemos no mundo da política e na região, que a América se desesperou completamente em poder mudar a República Islâmica do Irã e romper a Independência do povo iraniano ”, disse o Presidente Rouhani.

“Hoje”, acrescentou o presidente iraniano, “as autoridades americanas não vêem a menor probabilidade de serem capazes de derrotar o establishment islâmico [no Irã] e o povo iraniano”.

Sob a administração do presidente Donald Trump, os EUA adotaram uma abordagem cada vez mais hostil em relação ao Irã. O país unilateralmente retirou-se de um acordo nuclear de 2015 com o Irã e voltou a impor sanções contra o país. Washington também impôs rodadas de novas sanções contra Teerã.

O Conselheiro Nacional de Segurança de Trump, John Bolton, conhecido particularmente por sua postura agressiva em relação ao Irã, em várias ocasiões pediu explicitamente a mudança de regime no Irã.

O próprio Trump, no entanto, disse que não está perseguindo esse objetivo.

Presstv


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=260641

Publicado por em ago 7 2019. Arquivado em 2. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS