ONU pede oficialmente que Israel deixe as colinas de Golã

Ontem, a Assembléia Geral da ONU pediu oficialmente a Israel que deixasse as Colinas de Golã na Síria ocupadas.

O pedido foi feito depois que a resolução foi adotada depois que 91 estados membros da ONU votaram a favor, nove rejeitaram e 65 se abstiveram.

A resolução estipula que Israel deixa todas as Colinas de Golã na Síria ocupadas em junho de 1967 , afirmando que esta é uma implementação da resolução do Conselho de Segurança da ONU.

Com relação à decisão israelense de anexar as Colinas de Golã, tomada em 4 de dezembro de 1981, a ONU disse que isso era “nulo e sem efeito”.

Em 15 de novembro de 2018, a Assembléia Geral da ONU adotou uma resolução pedindo a Israel que parasse de explorar os recursos naturais nos territórios palestinos, incluindo Jerusalém Oriental ocupada e as Colinas de Golã na Síria.

Em março, os EUA anunciaram que era hora de apoiar a soberania israelense sobre as colinas de Golã.

*

Imagem em destaque: Tanque Merkava de Israel nas colinas de Golã. (Por ChameleonsEye / Shutterstock)

Washington se opõe à resolução da ONU sobre Golan, ocupado por Israel na Síria

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=261283

Publicado por em dez 7 2019. Arquivado em TÓPICO I. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS