No Carnaval do “FORA TEMER”, Globo inicia seu desembarque

Reportagem do Jornal Nacional na noite de ontem juntou diversas manifestações que ecoaram pelo País, pedindo o “Fora, Temer”; como nos próximos dias sairão as delações da Odebrecht, que podem derrubar todo o governo, Globo estaria se antecipando a um naufrágio inevitável; ao que tudo indica, Temer, que já perdeu oito ministros acusados de corrupção em pouco mais de nove meses, pode ter se tornado uma mala pesada demais até para a Globo, que foi peça central na construção do golpe de 2016; leia análise do jornalista Ricardo Bruno

Numa edição com indisfarçável objetivo político – pois não houve um fato único e retumbante de repúdio ao governo, o que exigiria registro nos telejornais – o JN juntou pequenas manifestações aqui e acolá numa matéria que teve o condão de mostrar o país unificado em torno do Fora Temer.

Coisas deste tipo, no principal telejornal da Casa, não acontecem por acaso. Houve nítido propósito de trazer mais desgaste ao governo, como se não bastasse a fragilidade decorrente da natureza errática das ações administrativas e do envolvimento dos principais ministros nas delações da lava-jato.

Na próxima semana, teremos finalmente o conteúdo integral das delações da Odebrecht. Estaria a Globo se antecipando num movimento prévio de abandono a Temer e seus ministros encalacrados nas denúncias? A conferir.

Abaixo, o link da reportagem do JN:
https://globoplay.globo.com/v/5689445

Brasil 247

Nota da Redação:
Já que as delações só vazavam para o pessoal da Esquerda, para derrubar a ex-presidente, e agora a favor da gang que se instalou no poder, há o sigilo absoluto, o povo colocou a boca no trombone nas manifestações democráticas do Carnaval.
Parabéns!!

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=253869

Publicado por em mar 2 2017. Arquivado em 4. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS