Netanyahu quer que EUA reconheçam soberania israelense nas colinas de Golã