Nem os aliados dos EUA apoiam intervenção militar na Venezuela

 

O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, esteve na Argentina nesta terça-feira (15)O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, esteve na Argentina nesta terça-feira (15)

Na Venezuela, a população também rechaçou a declaração do presidente norte-americano. De acordo com um estudo de opinião feito pela empresa Hinterlaces, 86% dos venezuelanos rejeitam uma intervenção militar estrangeira e 76% rejeitam qualquer tipo de intervenção estrangeira no país.

Diante das ofensivas dos países latinos que, imediatamente após a declaração, se pronunciaram contrários à uma intervenção, o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, recorreu aos aliados, ao afirmar que estes não ficariam “de braços cruzados”, mas não teve boa recepção.

Um dos primeiros a se pronunciar contrário a uma intervenção no continente foi o presidente da Argentina, Maurício Macri, que é bastante alinhado aos interesses norte-americanos. Em seguida, todos os demais países do Mercosul – Brasil, Paraguai e Uruguai – também rejeitaram a possibilidade. Bolívia, Chile, Equador, México e Peru, da mesma forma, não titubearam em se pronunciar contrários a Trump.

O diplomata boliviano Fernando Huanacuni, chegou a dizer que “se quisermos ajudar, devemos respeitar o processo democrático iniciado na Venezuela”, em referência à eleição da Assembleia Nacional Constituinte, que classificou como o “melhor formato” para um diálogo nacional em toda a sociedade.

O jornalista Gregory Wilpert, especialista em Venezuela, afirmou que o real interesse norte-americano em fomentar uma guerra civil no país latino para justificar uma intervenção militar é o petróleo. “Os EUA recebem cerca de 10% do seu abastecimento de petróleo”, observa. Ele acredita que a proibição de exportação do petróleo venezuelano para os EUA poderia fortalecer os laços econômicos com a Rússia e a China.

Portal Vermelho, com Abril Abril


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=256070

Publicado por em ago 18 2017. Arquivado em TÓPICO I. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS