Ministro da Defesa declara aumento de 100% na capacidade de produção de armas do Irã

 

O Ministro da Defesa do Irã, Brigadeiro-General Hossein Dehqan
O Ministro da Defesa do Irã, Brigadeiro-General Hossein Dehqan

O ministro da Defesa do Irã anunciou que o país testemunhou um enorme aumento de 100 vezes em sua capacidade de produção de armas sob a atual administração.

“A capacidade de produzir armas de combate individuais e de massa aumentou 100 vezes sob a Décima Primeira Administração em relação ao seu antecessor”, disse o brigadeiro general Hossein Dehqan na segunda-feira.

Segundo a atual administração, o orçamento destinado ao reforço da capacidade de defesa do país também aumentou 2,5 vezes em relação ao orçamento da ex-administração, acrescentou.

Na indústria de mísseis, Brig. Dehqan disse que o país agora pode produzir projéteis com todos os níveis desejados de poder destrutivo, precisão e alcance, acrescentando: “Isso constitui um elemento definidor de dissuasão contra inimigos”.

Apesar das sanções desumanas impostas ao Irã, disse ele, o país aumentou a qualidade de seus produtos defensivos para esses níveis e estava oferecendo-os a preços tão competitivos que lhe permitiram exportar o hardware para os grandes países do mundo.

Brigue. O general Dehqan usou o evento também para comentar sobre as eleições presidenciais do país, previstas para 19 de maio.

As eleições, disse ele, sempre mostraram a estreita relação entre a nação iraniana e o governo.

Ele disse que os inimigos do Irã nunca querem ver uma enorme participação pública nas eleições, mas sempre ficaram desapontados.

Os inimigos, especialmente os terroristas Takfiri, naturalmente tentariam desestabilizar o país durante o tempo das eleições, Dehqan disse, enfatizando, entretanto, que a “segurança cheia” existia em Irã devido à vigilância da segurança e das forças armadas.

presstv


Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=254860

Publicado por em maio 2 2017. Arquivado em 1. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS