Mídia estatal síria diz que Israel realizou ataque pouco após EUA abandonarem acordo com Irã

Israel disse que, após identificar ‘atividades irregulares’ por parte das forças iranianas na Síria, instruiu as autoridades civis nas colinas de Golã a preparar abrigos antibombas e mobilizou novas defesas.

A mídia estatal da Síria acusou Israel de lançar mísseis contra um alvo perto de Damasco nesta terça-feira (8), pouco depois de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter anunciado que abandonaria o acordo nuclear iraniano, o que levou Israel a ficar sob alerta máximo.

O Exército israelense disse que, após identificar “atividades irregulares” por parte das forças iranianas na Síria, instruiu as autoridades civis nas colinas de Golã a preparar abrigos antibombas e mobilizou novas defesas e algumas forças reservistas.

O principal general de Israel, Gadi Eizenkott, cancelou uma aparição marcada em uma conferência anual de segurança e estava conversando com o ministro da Defesa, Avigdor Lieberman, e outros chefes de segurança nacional, disseram autoridades.

O duro golpe de Trump contra o acordo nuclear, apesar de saudado por Israel, despertou temores de uma possível explosão regional.

Duas horas após o anúncio da Casa Branca, a agência de notícias estatal síria Sana relatou explosões em Kisweh, ao sul de Damasco. As defesas aéreas sírias dispararam contra dois mísseis israelenses, destruindo ambos, informou a Sana.

Base militar

Um comandante da aliança regional que apoia o presidente sírio, Bashar al-Assad, disse à Reuters que a força aérea de Israel havia atingido uma base do Exército em Kisweh, sem causar vítimas.

Perguntada sobre essas declarações, uma porta-voz militar israelense disse: “Nós não respondemos a tais relatos estrangeiros”.

O Irã e o Hezbollah, do Líbano, têm ajudado o presidente sírio a derrotar uma rebelião de sete anos. Israel realizou repetidos ataques aéreos contra eles, na esperança de impedir a formação de uma frente libanesa-síria ao norte.

Um ataque em 9 de abril matou sete militares iranianos em uma base aérea da Síria. O Irã culpou Israel e disse que iria retaliar.

A mídia israelense disse que a ordem desta terça-feira para preparar abrigos antibombas em Golã foi sem precedentes durante a guerra civil na Síria. Israel capturou Golã da Síria na guerra do Oriente Médio de 1967 e anexou-a em um movimento não reconhecido internacionalmente.

Reuters


Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=258226

Publicado por em Maio 9 2018. Arquivado em 1. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

1 Comentário para “Mídia estatal síria diz que Israel realizou ataque pouco após EUA abandonarem acordo com Irã”

  1. Emanuel

    Sim Israel precisa que a comunidade internacional não defenda o Irã depois dos EUA abandonarem o acordo nuclear. Para isso atacou e o Irã respondeu com mísseis desde a Síria.
    Vejam o que este parlamentar russo diz sobre o ataque de Israel pós-cancelamento do acordo nuclear:
    https://br.sputniknews.com/oriente_medio_africa/2018051011184920-ira-siria-ataques-israel-acordo-nuclear-eua/

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS