Mas de 3000 soldados participam de manobras da Otan na Letônia

Mais de 3.000 soldados dos países membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) participar em exercícios militares na Letónia.

As manobras conjuntas de prata Seta 2016 , com a participação de contingentes militares de diferentes países da OTAN, começou em 17 de outubro no Adazi campo perto de Riga, capital da Letônia.

Além dos 2.500 soldados da Letônia, nesse ano participaram cerca de 500 soldados da Lituânia, Estônia, Alemanha, Estados Unidos, Holanda e Reino Unido, equipados com tanques, veículos blindados e todos os tipos de equipamento militar.

O objetivo da manobra era mostrar as habilidades de luta e tempo da NATO no meio de uma guerra com um inimigo simulado e a reconquista de áreas ocupadas por esse inimigo.

Considerando as crescentes tensões entre o Ocidente e a Rússia e as extensas fronteiras que compartilha Letônia com o país acima, podemos dizer sem dúvida que o suposto inimigo simulado era russo e que o objetivo do exercício era para aumentar a preparação da NATO contra uma possível “agressão russa”.

Além disso, quando uma fase das manobras de tropas da OTAN “libertaram” uma aldeia que estava no controle de supostos militantes “apoiados por uma força estrangeira” é, de fato, uma referência indireta às alegações do Ocidente para a Rússia sobre sua suposta interferência na crise no leste da Ucrânia.

Após o início da crise ucraniana em 2014, as relações bilaterais entre a Rússia e a NATO  declinaram para níveis nunca vistos desde a Guerra Fria, tanto com acusando-se mutuamente de realizar atos partes hostis.

Devido ao aumento das tensões, o bloco  decidiu militarmente ficar mais perto das fronteiras da Rússia  e do Mar Báltico. A Rússia, em resposta, foi forçada a aumentar as suas forças, especialmente aqueles do Distrito Militar do Sul, perto de países europeus.

RT


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=250849

Publicado por em out 31 2016. Arquivado em 2. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS