Marinha do Irã quer reforçar a segurança no Mar Vermelho e Golfo de Aden

A foto do arquivo mostra o destruidor Alvand do Irã.
A foto do arquivo mostra o destruidor Alvand do Irã.

O comandante da Marinha do Irã, o almirante Habibollah Sayyari, disse que as forças navais iranianas estão fazendo esforços para melhorar a segurança no Golfo de Aden, no Mar Vermelho e no Bab el-Mandeb, considerando a segurança dessas regiões como uma prioridade.

“Hoje, a questão mais importante na agenda da Marinha [do Irã] é fornecer segurança no Golfo de Aden, no Mar Vermelho e no Bab el-Mandeb”, disse Sayyari no domingo.

Ele acrescentou que as forças navais iranianas já escoltaram 3.850 navios comerciais e petroleiros iranianos, bem como 25 embarcações estrangeiras nas regiões de Bab el-Mandeb e Golfo de Aden, onde os piratas estão ativos.

As frotas navais iranianas estão atualmente presentes no Golfo de Aden, disse Sayyari, acrescentando que o destróier Alvand eo navio logístico Bushehr foram despachados para o alto mar em 6 de outubro para uma missão de quase cinco meses.

“Pela primeira vez, conseguimos navegar em torno do Cabo da Boa Esperança, que é em si um recorde”, disse o chefe da Marinha, observando que novos navios se unirão à Marinha em breve.

Nos últimos anos, o Irã fez grandes avanços em seu setor de defesa e alcançou a auto-suficiência na produção de equipamentos e hardware militares importantes.

O Irã também realizou grandes exercícios militares para melhorar as capacidades de defesa de suas forças armadas e testar táticas militares modernas e equipamentos de estado-da-arte do exército.

A República Islâmica tem frequentemente anunciado que o seu poder militar não ameaça outros países, afirmando que a sua doutrina de defesa é meramente baseada na dissuasão.

presstv.ir


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=253295

Publicado por em fev 12 2017. Arquivado em 3. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS