Sobre os ataques dos EUA na Síria: soldados pró-Síria e russos foram alvejados sobre ponte no Eufrates

 

Os caças dos EUA F-15, helicópteros Apache, artilharia pesada e forças especiais optaram quinta-feira, 8 de fevereiro, no ataque da madrugada contra as forças pró-Assad, Hezbollah e Shiite que cruzavam o Eufrates para o leste da Síria.

As fontes exclusivas do DEBKAfile informam que as forças de operações especiais dos EUA, postadas na margem leste do rio, viram uma equipe russa de engenheiros militares colocando uma ponte flutuante no rio a 8 km ao norte de Deir ez-Zour.

Cerca de 500 comandos sírios, milicianos xizbéis e xiitas, sob comando iraniano, foram avistados prestes a fazer o cruzamento. Jatos e helicópteros dos EUA entraram em ação quando o cruzamento começou, destruindo a ponte.

As operações especiais dos EUA que aguardavam no banco oriental eliminaram a força aliada síria quando aterraram, bem como a cabeça de ponte que eles começaram a instalar.

Os porta-vozes da coalizão liderados pelos EUA estimaram que até 100 combatentes da Síria e do Hezbollah perderam a vida no envolvimento, possivelmente incluindo alguns russos. Não houve baixas americanas.

debka.com (site sionista)


Nota da Redação:

Já sabem que isso não ficará sem resposta, né???

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=257554

Publicado por em fev 9 2018. Arquivado em 2. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

1 Comentário para “Sobre os ataques dos EUA na Síria: soldados pró-Síria e russos foram alvejados sobre ponte no Eufrates”

  1. Braulison

    A situação a cada dia vem deteriorando-se mais. O Campeão da Democracia não vai ceder espaços a não ser que sejam obrigados, ou seja: pela força. Já por estes lados do hemisfério sul, a Venezuela é a bola da vez, não conseguiram tirar o Maduro por um golpe suave, e parece- me que a tentativa de golpe duro também fracassou. Resta agora uma ação militar, mas o difícil é arrumar o motivo, acho que darão um jeito, sempre dão. E o governo do Estado Unidos de Bananopolis, é claro, não perderá a oportunidade de agradar o Tio do Norte .

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS