Líder do Estado Islâmico teria sido morto

Os jornais The Mirror e Daily Mail escrevem que Abu Bakr al-Baghdadi foi uma das vítimas mortais dos ataques aéreos de sábado sobre a cidade de Raqa

Segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, pelo menos 79 pessoas, das quais 16 crianças e nove mulheres, morreram nos primeiros cinco dias da ofensiva terrestre contra o grupo terrorista do Estado Islâmico (EI), na cidade síria de Raqa.

O jornal The Mirror refere hoje – citando imprensa oficial Síria – que Abu Bakr al-Baghdadi terá sido umas vítimas. O Daily Mail refere com fontes a televisão estatal síria.

A ofensiva terrestre contra Raqa, principal reduto sírio do grupo extremista Estado Islâmico, começou na segunda-feira passada, sob o comando das Forças Democráticas da Síria (FSD), lideradas por milícias curdas e apoiadas pelos Estados Unidos.

O Observatório indicou ainda que, entre os mortos de um bombardeamento encontram-se quinze pessoas que estavam num cibercafé, entre os quais um ativista da própria ONG.

As Forças Democráticas Sírias (FDS), apoiadas por Washington, anunciaram na terça-feira o início da ofensiva contra Raqa, sete meses após terem desencadeado uma operação militar de envergadura que permitiu o controlo progressivo de vastas regiões em torno da cidade no norte da Síria, que por fim foi cercada.

Desconhece-se o número exato de civis que permanecem na cidade, que antes do conflito na Síria, tinha mais de 200.000 habitantes, segundo estatísticas oficiais.

A guerra da Síria começou em março de 2011 e já provocou mais de 300 mil mortos.

DNPT


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=255663

Publicado por em jul 11 2017. Arquivado em 3. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS