Líbano: ‘Israel está cometendo a pior forma de terrorismo de ‘estado’

 

O Presidente do Parlamento do Líbano, Nabih Berri, dirige-se à 6ª Conferência Internacional de Apoio à Intifada Palestiniana, em Teerã, 21 de fevereiro de 2017.
O Presidente do Parlamento do Líbano, Nabih Berri, dirige-se à 6ª Conferência Internacional de Apoio à Intifada Palestiniana, em Teerã, 21 de fevereiro de 2017.

O presidente do Parlamento do Líbano, Nabih Berri, diz que Israel está cometendo o pior tipo de “terrorismo patrocinado pelo Estado”.

Berri fez as declarações como o primeiro convidado estrangeiro a dirigir-se à 6ª Conferência Internacional de Apoio à Intifada Palestina (Uprising) em Teerã na terça-feira.

“A expansão do assentamento pelo regime israelense é o pior tipo de terrorismo patrocinado pelo Estado”, disse ele.

O parlamento israelense em 6 de fevereiro selou o chamado “Legalization Bill”, que retroativamente legalizou as estruturas construídas em terras palestinas. O movimento ocorreu apenas dois meses depois que o Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou por unanimidade uma resolução declarando que a construção de assentamentos “constitui uma flagrante violação do direito internacional”.

“É hora de colocar as decisões em ação e chegar a um consenso sobre uma solução para a questão da Palestina”, disse Berri.

Ao abordar a questão das detenções frequentes nos territórios ocupados por forças israelenses, ele disse que 39 funcionários palestinos estavam sob custódia do regime israelense.

O principal parlamentar libanês também descreveu a transferência potencial da embaixada dos Estados Unidos de Tel Aviv para Jerusalém al-Quds como um meio de endossar a reivindicação de Israel à cidade como “a capital do seu futuro estado”. A cidade como a capital de seu país.

Os países árabes devem fechar embaixadas em Washington se os EUA prosseguirem com o movimento, disse ele.

Berri também pediu “unidade entre os grupos palestinos”, chamando-a de “a questão mais urgente que precisa ser tratada neste momento”.

“Eu elogio o que a República Islâmica fez pela Palestina. O Irã está sendo atingido por causa de seu apoio à Palestina “, disse o oficial.

 

Jihad Islâmica promete não ceder

A próxima pessoa a abordar o colóquio foi o chefe do movimento de resistência palestina da Jihad Islâmica, Ramadan Abdullah.

“A nação palestina continuará resistindo ao regime sionista (Israel) com tudo o que tem” e está pronta para se opor a “qualquer agressão” vindas de Israel, disse ele.

Abdullah também descreveu a Autoridade Palestina como estando em cahoots com o regime israelense, citando a cooperação de segurança da Autoridade com Tel Aviv. “Nós rejeitamos qualquer negociação ou cooperação de segurança com Israel”, disse ele.

Omã: Israel ameaça mundo

O presidente do Parlamento de Omã, Khalid al-Mawali, também convidado na conferência, tomou a palavra, chamando as ações de Israel de uma ameaça para o mundo inteiro.

“A comunidade internacional deve estar ciente de que os israelenses estão ignorando e violando todas as leis internacionais e humanitárias”, disse Mawali.

Malásia chocada pela lei de liquidação

O presidente do parlamento da Malásia, Pandikar Amin Mulia, também criticou a “ratificação” de Tel Aviv do “Legalization Bill” como “inacreditável”.

O evento de três dias abriu na capital iraniana no início do dia e foi inaugurado oficialmente com um discurso do líder da Revolução Islâmica Ayatollah Seyyed Ali Khamenei.

O aiatolá Jamenei classificou a questão da Palestina como a principal prioridade do mundo muçulmano e de todos os que buscam liberdade e pediu a unidade para apoiar a resistência palestina.

O presidente do parlamento do Irã, Ali Larijani, que presidia a conferência, havia dado um breve discurso, durante o qual se referiu à crescente atividade do regime israelense para reunir vários estados regionais em torno dele e contra o Irã.

Ele advertiu que Tel Aviv estava buscando “infiltrar-se nos países regionais, a fim de fazê-los confundir um inimigo falso com o real”.

presstv.ir


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=253641

Publicado por em fev 21 2017. Arquivado em 1. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS