Kim Jong-un tem túneis secretos para invadir a Coreia do Sul?

Até agora, a Coreia do Sul encontrou quatro túneis secretos, destinados a permitir a passagem de até 30.000 soldados por hora, cruzando sua fronteira a partir do norte, segundo relata o jornal Daily Star.

O diário britânico afirma ter visto “de perto a ameaça da invasão norte-coreana” ao visitar o terceiro túnel, descoberto em outubro de 1978, depois de uma declaração do desertor norte-coreana Kim Bu-seong.

O diário britânico afirma ter visto “de perto a ameaça da invasão norte-coreana” ao visitar o terceiro túnel, descoberto em outubro de 1978, depois de uma declaração do desertor norte-coreana Kim Bu-seong. Com 1.635 metros de comprimento, estima-se que ele levou 6 anos para ser construído. Atualmente, ele está bloqueado por três paredes de concreto.

Soldado sul-coreano na entrada de um túnel de invasão sob a zona desmilitarizada entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul, em 27 de setembro de 2006

© AFP 2016/ ERIC WISHART Soldado sul-coreano na entrada de um “túnel de invasão” sob a zona desmilitarizada entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul, em 27 de setembro de 2006

Ataque surpresa?

“Embora Pyongyang não tenha admitido a culpa, várias coisas mostram que este túnel foi de fato escavado por eles”, disse um guarda de fronteira da Coreia do Sul ao Daily Star, citando a “direção dos buracos de dinamite” (todos supostamente perfurados em direção ao sul), o fato de que “o túnel declina ligeiramente para o lado norte” (o que faria a água dentro da escavação ser automaticamente drenada para a Coreia do Norte), e a presença de pó de carvão espalhado pelo local “para disfarçar o túnel como uma mina de carvão abandonada” (embora só haja granito na área).

“Supõe-se que ele era capaz de abrigar uma divisão de infantaria por hora. Isso é entre 10.000 e 30.000 soldados”, disse o guarda. Segundo o jornal, o governo sul-coreano acredita que poderia haver mais 16 túneis ainda desconhecidos, o que aumentaria o risco de um “ataque surpresa”.

A entrada de um túnel de invasão sob a zona desmilitarizada entre a Coreia do Sul e a Coreia do Norte, vista da parte sul, em 27 de setembro de 2006

A entrada de um “túnel de invasão” sob a zona desmilitarizada entre a Coreia do Sul e a Coreia do Norte, vista da parte sul, em 27 de setembro de 2006

O túnel encontrado mais recentemente foi encontrado em março de 1990 no outro extremo do país, “mostrando que os túneis ainda desconhecidos podem estar em qualquer parte de toda a fronteira de 250 quilômetros”, conclui o diário.

Entrada de um túnel de invasão sob a zona desmilitarizada entre a Coreia do Sul e a Coreia do Norte, em 27 de setembro de 2006

Entrada de um “túnel de invasão” sob a zona desmilitarizada entre a Coreia do Sul e a Coreia do Norte, em 27 de setembro de 2006

sputnik


 

 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=251755

Publicado por em dez 9 2016. Arquivado em 3. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS