Israel sugere que poderia atacar “força aérea” do Irã na Síria

 

 

 

Israel divulgou detalhes nesta terça-feira sobre o que descreveu como uma “força aérea” iraniana mobilizada na Síria, incluindo aviões civis suspeitos de serem utilizados para transportar armas, em um sinal de que pode atacá-los caso as tensões com Teerã se intensifiquem.

Caça israelense F-16 durante voo de treinamento 21/10/2013 REUTERS/Amir Cohen
Caça israelense F-16 durante voo de treinamento 21/10/2013 REUTERS/Amir Cohen

Foto: Reuters

O Irã, junto com Damasco e sua grande aliada Rússia, responsabilizaram Israel pelo ataque do dia 9 de abril contra a base aérea síria T-4, que matou sete membros do Corpo da Guarda Revolucionária do Irã (IRGC). Autoridades iranianas prometeram retaliar, sem fornecer mais detalhes.

A informação foi divulgada pelas Forças Armadas de Israel, de acordo com uma série de emissoras de TV, rádio e sites de notícias. O porta-voz militar de Israel se recusou a comentar.

Entretanto, uma autoridade de segurança de Israel pareceu reconhecer que o vazamento foi autorizado, dizendo à Reuters que forneceu detalhes sobre “a força aérea do IRGC que a instituição de defesa de Israel vê como a entidade que irá tentar atacar Israel, com base em ameaças iranianas em resposta ao ataque contra a T-4”.

Reuters 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=258044

Publicado por em abr 17 2018. Arquivado em 3. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS