Irã instala sistemas russos S-300 na instalação nuclear de Fordo

O Irã instalou sistemas de mísseis antiaéreos S-300 russos na sua instalação nuclear de Fordo. As respectivas informações são da Agência France-Presse (AFP).

Sistema de defesa aérea S-300

Segundo o comandante da base de defesa antiaérea iraniana de Hatam al-Anbiya, o general de brigada Farzad Esmaili, a proteção de fábricas de urânio é prioritária “em quaisquer circunstâncias”. No ar do canal televisivo IRIB, o general iraniano comunicou que “no momento o espaço aéreo sobre o Irã é o mais seguro na região”.

Em 2007, a Rússia e o Irã celebraram um contrato de 800 milhões de dólares para a venda de pelo menos cinco baterias de mísseis S-300, um dos modelos mais avançados do mundo, o que foi considerado uma ameaça por países como a Arábia Saudita e Israel. Apesar disso, o contrato foi suspenso pela Rússia devido à resolução do Conselho de Segurança da ONU de 9 de junho de 2010 que proíbe a entrega de armamentos modernos a Teerã, inclusive mísseis e sistemas de mísseis. Em abril do ano passado, o presidente russo Vladimir Putin cancelou a proibição, com o contrato entrando em vigor em novembro de 2015.

Os S-300, análogos aos mísseis Patriot dos Estados Unidos, têm alcance de até 200 quilômetros, o que permitirá ao Irã contar em breve com um escudo antimísseis considerado invulnerável.


Nota da Redação:

Pronto, vamos ver se Israel vai colocar em prática o plano de bombardear as instalações nucleares do Fordo, como sempre anunciou!

Duvida-se muito, pois se antes apenas com as baterias antimísseis iraninanas e alguns outros armamentos, Israel nunca teve coragem, muito menos agora!

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=249446

Publicado por em ago 29 2016. Arquivado em 3. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS