Irã e Iraque concordam com cooperação em defesa aérea

 

Uma foto fornecida pela IRNA em 7 de abril de 2019 mostra o presidente do Estado Maior do General das Forças Armadas iranianas, Mohammad Baqeri (R) e seu colega iraquiano, tenente-general Othman al-Ghanimi, em Teerã.
Foto fornecida pela IRNA em 7 de abril de 2019 mostra o presidente do Estado Maior do General das Forças Armadas iranianas, Mohammad Baqeri (R) e seu colega iraquiano, tenente-general Othman al-Ghanimi, em Teerã.

O principal comandante militar do Irã disse que o país e seu vizinho Iraque concordaram em cooperar na área de defesa aérea para se defender dos desafios enfrentados por seus respectivos espaços aéreos.

O chefe do Estado-Maior do General das Forças Armadas iranianas, Mohammad Baqeri, fez o anúncio aos repórteres após uma reunião em Teerã com seu colega iraquiano, tenente-general Othman al-Ghanimi, informou no domingo a agência de notícias Tasnim.

A cooperação, disse Baqeri, terá como objetivo confrontar as ameaças aéreas.

O encontro abordou “a defesa integrada do Irã e do Iraque, porque podemos sentir ameaças vindas da direção de nossas fronteiras ocidentais”, acrescentou.

“Assim, foi acordado que os setores de defesa aérea dos países trabalham juntos e mais coordenação é feita neste sentido”, disse o comandante iraniano.

Baqeri disse que os dois lados também concordaram com a potencial cooperação em treinamento, a transferência de experiências defensivas do Irã para o Iraque e exercícios militares conjuntos. Acordos sobre estes, ele acrescentou, serão finalizados durante uma futura visita do chefe militar iraquiano.

Ghanimi estava na capital iraniana como parte de uma delegação que acompanhava o primeiro-ministro iraquiano, Adel Abdul-Mahdi. No sábado, a delegação se reuniu com o líder da Revolução Islâmica, aiatolá Seyyed Ali Khamenei, e com o presidente Hassan Rouhani.

Baqeri citou o comandante iraquiano dizendo que Bagdá estaria exercendo controle mais estrito sobre a presença militar dos Estados Unidos em seu território.

As forças americanas estão lá apenas para treinar iraquianos e suas atividades estão sob a supervisão do Exército iraquiano, acrescentou Baqeri, citando al-Ghanimi.

Em sua reunião com Ghanimi, o aiatolá Khamenei havia enfatizado que o governo iraquiano deveria garantir que as forças dos EUA deixassem o Iraque o mais rápido possível.

Presstv


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=259998

Publicado por em abr 7 2019. Arquivado em TÓPICO I. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS