Glenn não acreditava que juiz Moro pudesse ser mais corrupto como ministro: ‘eu estava errado’

O jornalista do Intercept Brasil, Glenn Greenwald, escreveu neste sábado (27) que, durante os últimos dois meses em que esteve lendo todas as impropriedades que Sergio Moro “disse e fez nas sombras como um juiz”, não achou que “seria possível que ele fosse mais corrupto e abusasse de seu poder mais como Ministro da Justiça. Eu estava errado”, disse

Glenn Greenwald e Sergio Moro
Glenn Greenwald e Sergio Moro (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado | Lula Marques)

O jornalista do Intercept Brasil, Glenn Greenwald, escreveu neste sábado que, durante os últimos dois meses em que esteve lendo todas as impropriedades que Sergio Moro “disse e fez nas sombras como um juiz”, não achou que “seria possível que ele fosse mais corrupto e abusasse de seu poder mais como Ministro da Justiça. Eu estava errado”, disse.

Glenn comentou sobre editorial da Folha postado por seu companheiro de Intercept Brasil, Leandro Demori, cujo parágrafo final diz:

“Ao buscar informações sobre uma investigação sigilosa e usá-las para difundir conclusões prematuras e confundir o público, o ministro da Justiça desrespeita essa autonomia, prejudica o trabalho policial e compromete aquele que deveria ser seu único objetivo —o esclarecimento dos fatos”.

Brasil 247


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=260598

Publicado por em jul 27 2019. Arquivado em TÓPICO I. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

1 Comentário para “Glenn não acreditava que juiz Moro pudesse ser mais corrupto como ministro: ‘eu estava errado’”

  1. Sidnei

    O Conge é um psicopata perigosíssimo.
    Enquanto era juiz, a imprensa “criou” um personagens que raramente mostrava o rosto e que tinha como suas palavras somente o que vinha da farsa a jato.
    Pelo que fez, já se pode chama-lo de monstro.
    Hoje nós vemos claramente este monstro.

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS