General líbio acusa Europa e EUA de apoiarem terroristas fornecendo secretamente armas e treinamento

Khalifa Haftar (foto do arquivo da AFP)
Khalifa Haftar (foto do arquivo da AFP)

O general líbio Khalifa Haftar acusou vários países europeus e os Estados Unidos de apoiarem grupos terroristas na Líbia, fornecendo secretamente armas e treinamento.

Em entrevista transmitida no canal de rádio egípcio ON LIVE no sábado, Haftar descreveu a França, a Alemanha, o Reino Unido, a Itália e os Estados Unidos como “parceiros” dos terroristas na Líbia.

Ele disse que esses países tiveram que reconsiderar suas posições.

O general líbio também disse que a Turquia costumava apoiar terroristas, mas “enviamos de volta em caixões os terroristas que a Turquia havia despachado”.

A Turquia pagará caro pelo mal que causou à nação líbia, disse ele, sem dar mais detalhes.

Haftar era um aliado do antigo ditador Muhammar Kadafi da Líbia, mas se juntou à revolução líbia contra Gaddafi em 2011.

A Líbia tem sido dominada pela violência desde uma intervenção militar da OTAN que se seguiu à revolta de 2011 e que levou à derrubada e morte de Gaddafi. Governos rivais foram criados em Trípoli e no leste da Líbia em 2014.

O general Haftar está vinculado ao governo do leste, na cidade portuária de Tobruk, e se recusou a fazer aliança com o governo reconhecido pelas Nações Unidas (ONU) em Trípoli. Suas forças têm lutado contra milícias leais ao governo de Trípoli desde 2014.

presstv


Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=253604

Publicado por em fev 19 2017. Arquivado em 1. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS