General Heleno leva a culpa no governo Bolsonaro pela crise da Amazônia

(Foto: ABr | Reuters)

 A cúpula do governo Bolsonaro está responsabilizando o chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), comandado pelo general Augusto Heleno, pela crise política brutal em decorrência das queimadas na Amazônia. Segundo esta avaliação, o GSI não teria percebido o tamanho do problema e quando isso aconteceu, teria demorado a reagir a ele. A informação é da jornalista Mônica Bergamo.

Por causa do erro, só na quinta-feira (22) o governo teria entendido a dimensão da crise. Mas, mesmo assim, Bolsonaro seguiu batendo na tecla da “culpa das ONGs” pelos incêndios, o que desgastou seu governo globalmente, causando indignação geral.

Heleno aparece como a faceta mais agressiva do governo Bolsonaro, tendo ficado marcado pelo destempero num café-da-manhã com jornalistas no qual bateu na mesa exigindo “prisão perpétua” para Lula.

247Brasil


Nota da Redação:

Todos do governo, começando pelo boçal tem culpa nessa crise, pois foi preciso passar quase um mês e o Macron da França quebrar o protocolo e chamá-lo de mentiroso, para tomarem alguma providência!

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=260725

Publicado por em ago 24 2019. Arquivado em TÓPICO I. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS