Forças iraquianas retomam uma refinaria de petróleo e duas aldeias em Tal Afar

As forças iraquianas avançam em direção à cidade de Tal Afar para uma operação para retomá-la dos terroristas de Daesh, 21 de agosto de 2017. (Foto da AFP)
As forças iraquianas avançam em direção à cidade de Tal Afar para uma operação para retomá-la dos terroristas de Daesh, 21 de agosto de 2017. (Foto da AFP)

As forças de segurança no Iraque retomaram duas aldeias e uma refinaria de petróleo na cidade do norte de Tal Afar, onde uma operação está em andamento para libertar a cidade dos terroristas de Takfiri Daesh.

O comandante da Operação de Liberação Tal Afar disse em uma breve declaração na terça-feira que as forças iraquianas libertaram a refinaria de petróleo Al-Kask do controle de Daesh, informou o site de notícias Al-Sumaria no Iraque.

O tenente-general Abdul Amir Yarallah disse ainda que as aldeias de Tishtia e Tal al-Samn foram purgadas dos terroristas Takfiri.

Um dia antes, as forças do governo iraquiano conseguiram retomar cinco aldeias perto de Tal Afar. Membros do Serviço de Terrorismo (CTS) liberaram as aldeias de Tal Rahal, Jabbara, Hussein Idris, Mullah e Majid a sudoeste da cidade, que fica a 63 quilômetros a oeste de Mosul, na segunda-feira.

No domingo, o primeiro-ministro iraquiano Haider al-Abadi anunciou o início da maior ofensiva para libertar Tal Afar da Daesh.

No final de junho, o Comandante do Núcleo das Operações de Libertação de Níniveh, Najim Abdullah al-Jubouri, disse que havia entre 1.500 e 2.000 militantes Daesh escondidos em Tal Afar e previram uma vitória relativamente fácil para as forças governamentais na operação, já que os terroristas estavam “cansados”, e desmoralizado”.

presstv


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=256103

Publicado por em ago 22 2017. Arquivado em 1. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS