‘Fiquem quietos’: prisão de Assange é uma mensagem ao povo, diz congressista dos EUA

 

A prisão nesta quinta-feira (11) do fundador do WikiLeaks, Julian Assange, na embaixada equatoriana no Reino Unido, serve para enviar uma mensagem de intimidação a todos os cidadãos e jornalistas norte-americanos, disse a deputada democrata dos Estados Unidos, Tulsi Gabbard, em um comunicado.

“A prisão de Julian Assange tem como objetivo enviar uma a todos os americanos e jornalistas: fiquem quietos, se comportem, andem na linha. Ou vocês vão pagar o preço”, disse Gabbard através de sua conta no Twitter.

​​Mais cedo nesta quinta-feira (11), autoridades britânicas, declaradamente em nome dos Estados Unidos, prenderam Assange dentro da embaixada equatoriana em Londres.

 

Congresso dos EUA
© EAST NEWS / UPI PHOTO/EYEVINE
Congressistas dos EUA acusam Assange de interferir nas eleições e trabalhar com a Rússia

Ao mesmo tempo autoridades norte-americanas divulgaram uma acusação de conspiração contra Assange. A pena, caso condenado, pode chegar a cinco anos de prisão.Assange ficou famoso após o WikiLeaks publicar arquivos vazados, incluindo alguns referindo-se às operações militares dos EUA no Afeganistão e no Iraque, e às condições da prisão de Guantánamo.

O Wikileaks também revelou que havia espionagem dos Estados Unidos contra o Brasil durante o governo de Dilma Rousseff.

Sputnik


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=260033

Publicado por em abr 12 2019. Arquivado em TÓPICO I. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS