Dissidente turco revela que Erdogan ainda protege o Estado Islâmico

 

 

Ahmet Sait YaylaAhmet Sait Yayla

Ahmet Sait Yayla deixou o seu país quando a partir do momento que a repressão se abateu sobre qualquer um que não apoiasse a política do partido de Erdogan (AKP).

Segundo ele:

  • Hakan Fidan, o chefe dos serviços secretos (MIT) está encarregado das relações entre o Estado turco, a al-Qaida e o Daesh (EI).
  • Os serviços secretos turcos fornecem ajuda militar ao Daesh há muitos anos.
  • O governo turco transfere os abastecimentos militares para o Daesh através da sua agência de ajuda humanitária.
  • Os combatentes do Daesh (EI), aí incluído o numero 2 Fadhul Ahmed al-Hayali, recebem tratamento médico gratuito na Turquia.
  • O líder do Daesh na Turquia, Halis Bayancuk, é o filho do criador do Hezbolá turco (um grupo provocador de Curdos sunitas), e dispõe de proteção policial sob ordem expressa do Presidente Erdogan.
  • O Daesh (EI) prossegue o seu tráfico de petróleo com a ajuda da Turquia e do Governo Regional Curdo do Iraque.

Ahmet Sait Yayla não disse tudo. Parece que esta entrevista é para ele uma forma de ameaçar Erdogan de revelar mais a propósito, e assim proteger o seu filho de 19 anos, ainda preso na Turquia.

Whistleblower exposes how NATO’s leading ally is arming and funding ISIS” («Denunciante expõe como dirigente aliado da OTAN está armando e financiando o Daesh-EI» -ndT), Nafeez Ahmed, Insurge-Intelligence, September 16, 2016.

Rede Voltaire. Tradução: Alva


 

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=249880

Publicado por em set 21 2016. Arquivado em 1. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS