Delegação militar israelense vai à Moscou após Putin exigir esclarecimentos sobre operação de túneis

O presidente Vladimir Putin exigiu saber por que Israel lançou sua operação no túnel do Hezbollah neste momento, durante uma conversa telefônica com o primeiro-ministro Binyamin Netanyahu no sábado, 8 de dezembro.

Essa conversa não foi exatamente amigável, informa DEBKAfile. Netanyahu disse que enviaria uma delegação militar a Moscou com uma explicação. A delegação, liderada pelo chefe da Direção de Operações do IDF (forças de defesa de Israel), major general Aharon Haliva, deve voar para Moscou na terça-feira, 11 de dezembro, para uma estadia de 24 horas e um briefing para números russos.

Alguns círculos do alto comando das FDI não ficaram satisfeitos com essa concessão à demanda peremptória de Putin.

  1. Eles se lembram de como o comandante da Força Aérea Israelense, major-general Amikam NUrkin e outros policiais foram interrogados e tratados como mentirosos quando viajaram para Moscou na terceira semana de setembro para explicar como o avião espião russo IL-20 foi derrubado por Síria. Moscou nunca ofereceu desculpas por essa afronta.
  2. Teme-se que os dados que o Gen. Haliva oferece aos oficiais russos sejam passados ​​para o Irã e o Hezbollah.
  3. Por que enviar uma delegação militar de alto perfil a Moscou quando o embaixador russo ou adido militar na embaixada de Tel Aviv poderia ter solicitado e recebido o mesmo briefing?

A chegada dos oficiais das FDI a Moscou será saudada pelos jornais de primeira página dos jornais locais de terça-feira, ilustrando a alegação do Hezbollah de que seus foguetes podem chegar a todos os cantos de Israel.

Debkafile (site sionista)


Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=259454

Publicado por em dez 11 2018. Arquivado em TÓPICO II. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS