Decisão de Bolsonaro de não passar cargo a Mourão em cirurgia irrita militares

A decisão de Jair Bolsonaro de não passar a Presidência para Hamilton Mourão a partir de segunda-feira, quando o presidente será operado em São Paulo, irritou ministros militares no Palácio do Planalto.

Ontem, o comentário no Planalto era que Bolsonaro não foi devidamente orientado sobre a delicadeza da cirurgia a que vai ser submetido e que havia sido “teimoso” por não passar o bastão para Mourão.

Um dos ministros mais incomodados afirmou que não pretende despachar com o presidente em São Paulo após a cirurgia. O plano de Bolsonaro é continuar trabalhando do hospital, normalmente.
epoca.globo.com/guilherme-amado

Nota da Redação:

Estás ficando paranoico, Bozo?

Certamente estás com medo de tomar uma pernada?

Be Sociable, Share!

URL curta: http://navalbrasil.com/?p=259688

Publicado por em jan 26 2019. Arquivado em TÓPICO I. Você pode acompanhar quaisquer respostas a esta entrada através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou trackbacks a esta entrada

1 Comentário para “Decisão de Bolsonaro de não passar cargo a Mourão em cirurgia irrita militares”

  1. Luiz

    O nome do filme: Facada, o retorno!

Deixe uma Resposta

CLIQUE ACIMA PARA RECEBER COMENTÁRIOS POR E-MAIL. ATENÇÃO: AO COMENTAR, UTILIZE UM E-MAIL ÚTIL - COOPERE COM NOSSO TRABALHO.

CLIQUE SOBRE AS NOTÍCIAS